O Davi gostava de ter um smartphone azul

O Davi tem 10 anos e é um menino atento e muito dedicado à família.

Durante as visitas, as voluntárias descobriram o seu gosto pelo ténis, é o seu desporto favorito. Também ficaram a saber que adora desafios e sabe tudo sobre carros, tem uma grande coleção.

Quando partilhou o seu grande desejo com as voluntárias, o Davi fez uma escultura em plasticina de um telemóvel azul.

“O Davi explicou-nos que gostava muito de ter este smartphone, principalmente para ter uma forma de comunicar com a família e pela sua tecnologia. A cor azul foi porque viu que o seu médico tinha um telefone igual e gostou tanto que ficou com esse desejo”

– Voluntária Make-A-Wish.

No dia anterior ao desejo, as voluntárias enviaram um vídeo ao Davi a perguntar se alinhava num desafio, onde tinha de ir desvendando algumas pistas.

“Nem hesitou em dar-nos um grande sim! No dia do desejo, de manhã, enviamos a primeira pista. Eram quatro fotografias, do calendário, do relógio, do local e do logo Make-A-Wish. Em dois minutos, desvendou a hora e o local onde tinha de estar com a t-shirt da MAW!”

– Voluntárias Make-A-Wish.

O primeiro ponto de encontro foi no jardim, onde o Davi chegou e tinha mais uma pista para desvendar.

“Em menos de trinta segundos encontrou-a! Ficámos estupefactas com a rapidez! Quando percebeu, pela pista, que iríamos jogar ténis, esboçou um sorriso enorme. Ficou muito feliz.”

– Voluntárias Make-A-Wish.

Depois de algum tempo, tiveram todos uma grande jogada de ténis, onde o Davi até foi professor e ensinou às voluntárias a posição de como deviam lançar a bola.

“Foi muito divertido! Depois jogamos alguns jogos que ele e a família costumavam jogar, nomeadamente ao telefone estragado. Quando chegou à nossa vez de ditar a frase dissemos: “Quando vou receber o meu desejo?” Claro que a frase tinha chegado toda distorcida ao Davi, quando dissemos a frase o seu olhar era expectante.” – Voluntárias Make-A-Wish.

As voluntárias pediram para o Davi descrever a escultura que tinha feito em plasticina, e à medida que o foi fazendo, entregam-lhe um exemplar da sua escultura, mas em cartolina, que continha no interior o telemóvel que tinha pedido!

“Foi muito engraçado porque ele ficou com um ar desconfiado, e quando abriu o presente, fez um sorriso enorme! Ficou muito feliz e a família estava emocionada com o momento. Depois brindou-nos com um abraço muito apertado. Estávamos todos muito felizes por estar a partilhar aquele momento juntos.”

– Voluntárias Make-A-Wish.

Mas as surpresas ainda não tinham terminado! As voluntárias entregaram novas pistas ao Davi, que o levava para uma matrícula de um carro…

“Foi aí que o Davi percebeu que ia andar num Tesla! Era algo que ele queria muito. A felicidade não acabava. A reação dele quando o carro chegou, é impagável. Durante a viagem enviamos-lhe a última pista! A lista de ingredientes de massa de pizza, que o levaria ao próximo destino.”

– Voluntárias Make-A-Wish.

O Davi percebeu imediatamente que ia comer pizza. Como tem muitas saudades do Brasil, já tinha comentado várias vezes com as voluntárias que adorava pizza calabresa, por isso nada melhor que terminar o dia a comer um dos seus pratos favoritos.

“Foi um dia de muitas emoções e muita felicidade não só para o Davi como para a família e para nós, voluntárias. O resumo do dia é Felicidade da mais pura.”

– Voluntária Make-A-Wish.

Um agradecimento especial ao Clube Recreativo e Desportivo Brasileiro Rouxinol por toda a disponibilidade na realização do desejo do Davi.

Desejo apadrinhado por: LOGICOR


Contador de Desejos

1 7 0 1