O Francisco gostava de ter um computador gaming

O Francisco tem 15 anos e adora o mundo da informática, sobretudo da programação.

Contou às voluntárias que gostaria de seguir uma profissão que envolvesse esta área e que até já começou a aprender a programar, mas que não tinha nenhuma ferramenta para o ajudar a desenvolver esta capacidade.

As voluntárias perceberam que o desejo do Francisco seria ter um computador gaming, que o permitisse praticar a programação, mas também que fosse útil para as aulas e tempos livres.

No dia do desejo, as voluntárias prepararam tudo, com a ajuda do agente secreto: o Pai do Francisco, para que fosse um dos melhores dias da sua vida!

“O Francisco pensava que quem ia a casa eram as meninas para fazer a manutenção do aparelho que ele necessita para o dia-a-dia. Montámos tudo sem que ele duvidasse do que quer que fosse. A voluntária Regina teve a tarefa mais difícil, ligar-lhe para distrai-lo, e não o fazer suspeitar de nada. A certa altura a voluntária, pede para ele ir à porta do quarto, onde me encontrava eu (voluntária Margarida) com a t-shirt. Aí o Francisco começou a juntar as peças.” – Voluntária Make-A-Wish.

No pátio encontrava-se uma mesa com muitas coisas boas e muitos presentes para o Francisco abrir!

“Foi sem dúvida a melhor coisa que aconteceu nos últimos tempos! No momento da realização, fiquei sem palavras, fiquei todo atrapalhado. Não queria acreditar que estava mesmo a acontecer. Só quando liguei o computador é que caí em mim e percebi, “ok isto está mesmo a acontecer.”
– Francisco, 15 anos.

O Francisco nem queria acreditar, tremia por tudo que era lado, a emoção era notória, lágrimas nos olhos, mas a fazer um esforço para as controlar. O seu grande desejo era ter um computador gaming, só que ele não esperava que ainda houvesse mais para ele. Juntamente com o computador, vinha um monitor para que pudesse ver melhor o jogo e estar mais à vontade, e ainda uma cadeira gaming para poder estar confortável, também devido ao seu problema de saúde.”
– Voluntária Make-A-Wish.

Foi feliz e emocionante ao mesmo tempo, pois eu não estava nada à espera. Não consigo escolher apenas uma parte favorita, toda a realização do desejo foi inesquecível. Tenho a certeza de que nunca mais vou esquecer este dia tão feliz. E sei que este desejo irá contribuir para o meu futuro, sobretudo na área da informática e programação. Comecei agora há pouco a aprender a programar e este computador sem dúvida que me vai ajudar a evoluir.”– Francisco, 15 anos.

“Começo por agradecer o gesto que tiveram com o nosso filho, foi um gesto tão grandioso. Foi um dia mágico e muito emocionante. Acho que a palavra “feliz” é pequena para dizer tanto.”
– Mãe do Francisco.

“A emoção começou logo no início, após a apresentação do projeto da Make-A-Wish por parte da assistente no hospital. Ficámos muito felizes e ao mesmo tempo incrédulos, com dúvida se seria ou não possível. No dia da realização, nem temos palavras para descrever a felicidade que sentimos. Este desejo seria impossível para nós concretizarmos ao nosso filho por isso estamos eternamente gratos.”
– Pai do Francisco.

“É através destas crianças que percebemos que um desejo realizado tem mesmo o poder de transformar vidas.”– Voluntária Make-A-Wish.

“Se tivéssemos de aconselhar a Make-A-Wish a outros pais na mesma situação, diríamos para se candidatarem, arriscarem e acreditarem que tudo pode ser possível. Os sonhos podem tornar-se realidade. Uma das frases que simboliza isso e que transmitiríamos a outros pais é a que está na t-shirt que a Make-A-Wish ofereceu ao Francisco: “Juntos, a transformar vidas, um desejo de cada vez.” Muito obrigada por tudo, continuem a fazer crianças felizes.”
– Pais do Francisco.

Desejo apadrinhado por: Doadores individuais


Contador de Desejos

1 5 4 7