O Guilherme gostava de ter um smartphone

O Guilherme é um jovem de 17 anos a quem a pandemia e a doença não tiraram a alegria de viver! De carácter muito humilde, o Guilherme decidiu que o seu maior desejo seria ter um smartphone para se poder divertir à brava nestes tempos de maior confinamento.

Depois de algumas conversas, os voluntários Make-A-Wish perceberam que a humildade e humanidade do Guilherme eram ainda maiores do que aparentavam – tinha abdicado do seu verdadeiro sonho, escolhendo o telefone, para que outras crianças e jovens pudessem usufruir do seu dia, sem que o seu desejo representasse um custo demasiado elevado para a Make-A-Wish.

Os nossos voluntários não baixaram os braços! O sonho do Guilherme teria de ser realizado na sua plenitude!

“No dia da realização do meu desejo, quando vi as voluntárias a virem ter comigo (…) pensava que estava num sonho! Fiquei muito contente por terem realizado o meu desejo! Espero que a Make-A-Wish continue a realizar os sonhos das outras crianças/adolescentes como eu! Um grande OBRIGADO.” – Guilherme, 17 anos.

Os voluntários prepararam uma surpresa ao Guilherme enquanto este dava o seu passeio e surpreenderam-no com o que tanto queria – o smartphone que tinha idealizado e que também daria para os seus jogos preferidos!

“(…) aparecemos de surpresa, num parque próximo da sua casa, e deixámos o pedido num local de passagem. Quando o Guilherme, no passeio diário, se apercebeu que ali estava o seu desejo, nem queria acreditar. Ver a alegria e a surpresa com que o Guilherme reagiu foi mais do que gratificante, deixou-me também muito feliz.” – Voluntária Make-A-Wish.

“Dificilmente esquecerei o misto de emoções mostradas pelo Guilherme ao receber o telemóvel pedido que foram de estupefação, surpresa, agradecimento, mas sobretudo de uma enorme alegria (…)”
– Voluntária Make-A-Wish.

Desejo apadrinhado por: Escolas | Make-A-Wish Vai À Escola | Natal 2020


Contador de Desejos

2 0 0 1